25/6/17
 
 
Cervejaria. A Liberdade está a passar por aqui (e a deixar rasto de mariscada)

Cervejaria. A Liberdade está a passar por aqui (e a deixar rasto de mariscada)

Marta Cerqueira 14/04/2017 19:08

Na Cervejaria Liberdade há espaço para tudo, do clássico ao moderno. Daí que da cozinha e do balcão saiam peixes, mariscos e pregos, mas também ceviche, sushi e sashimi

Podíamos resumir este restaurante a duas palavras: lagosta thermidor. Mas não, que aqui há lugar para tudo, seja à mesa ou ao balcão.

O espaço antigamente ocupado pela Brasserie Flo do Hotel Tivoli mudou e alberga agora a Cervejaria Liberdade. O nome pode estar ligado à localização - fica no 185 da Avenida – mas pode também ser associado às poucas regras que ditam o que vem para a mesa. Claro que não seria cervejaria sem pão torrado com manteiga, casco de santola, gambas, percebes e o mítico prego para finalizar. Aqui há tudo isso, mas há mais. O ceviche ganhou lugar na carta, com opção de salmão, atum ou peixe branco, e há ainda um espaço dedicado ao sushi e sashimi, a cargo de João Pinto, que conta já com mais de dez anos de Midori, no Penha Longa Resort. Fica a seu cargo a tarefa de transformar o peixe que a chef Adelaide Fonseca faz em filetes (com arroz de tomate, importante salientar) em pequenas peças japonesas.

À mesa ou ao balcão, esta casa abre-se a todos os apetites. Os fora de horas podem sentar-se ao balcão para comer um prego e beber uma imperial, os que gostam de mesa marcada, podem aventurar-se numa mariscada que, se for completa, conta com meio lavagante, um casco de santola, oito ostras, percebes e gambas do Algarve. Neste caso pode ficar-se pela imperial, ou escolher entre um dos vinhos ou cocktails da carta. O que interessa é brindar e, neste caso, à liberdade

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×