28/6/17
 
 
Argentina. Equipas adversárias unem-se pelo adepto morto (com vídeo)

Argentina. Equipas adversárias unem-se pelo adepto morto (com vídeo)

Twitter Bruno Venâncio 20/04/2017 18:29

"Não somos inimigos" foi o mote dado pelos jogadores de Belgrano, Talleres e Independiente

Desta feita, são louváveis as imagens que chegam da Argentina. Depois do falecimento de Emanuel Balbo, adepto do Belgrano que não resistiu aos ferimentos após ter sido atirado de uma bancada no jogo com o Talleres, os jogadores de Belgrano juntaram-se aos do Talleres e do Independiente, antes do início da partida entre estas duas formações, para apelar ao fair-play entre os adeptos.

Na tarja exibida pelas equipas - também com a de arbitragem envolvida -, podia ler-se a mensagem "Partilhamos a mesma paixão. Não somos inimigos", além de outra inscrição a pedir "justiça" pelo adepto que faleceu. Antes, tinha já havido uma cerimónia religiosa em homenagem a Balbo, e já no estádio fez-se um minuto de silêncio.

Entretanto, o Belgrano anunciou ter expulso os cinco envolvidos na morte de Balbo, tendo enviado também para as autoridades todos os dados das pessoas implicadas no crime, que já estarão detidas. O jovem de 22 anos sofreu um traumatismo craneoencefálico ao ser atirado da bancada, acabando por falecer depois no hospital.

Tudo terá começado com Balbo a confrontar Oscar Gomez, conhecido por Sapito, que há alguns anos terá atropelado mortalmente um dos seus irmãos, então com 14 anos. Ao ser interpelado, Gomez fez passar o boato de que Emanuel era na verdade adepto do Talleres, instigando alguns adeptos do Belgrano a atirá-lo da bancada. Oscar Gomez já se entregou às autoridades, mas clama inocência, alegando nada ter feito e justificando a morte de Balbo como... suicídio.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×