25/6/17
 
 
Presidente do Brasil gravado a autorizar suborno

Presidente do Brasil gravado a autorizar suborno

Jornal i 18/05/2017 10:06

Empresários entregaram gravações na tentativa de reduzir a sua própria pena por corrupção, no âmbito da operação Lava Jato

O Presidente brasileiro, Michel Temer, terá sido gravado a autorizar o pagamento de um suborno ao ex-deputado Eduardo Cunha.

A gravação terá sido feita pelos donos da empresa JBS, uma das maiores produtoras de proteína animal do mundo, avançou o jornal brasileiro Globo.

Os irmãos Joesley Batista e Wesley Batista, acionistas da JBS, terão dado a gravação aos procuradores do Ministério Público Federal e ao juiz Edson Fachin, que julga os casos da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, numa tentativa de conseguir uma redução de pena.

De acordo com o mesmo jornal, numa gravação de março, deste ano, ouve-se o empresário Joesley Batista a dizer que estava a pagar a Eduardo Cunha para que este ficasse calado na prisão, e é então que Temer responde: "Tem que manter isso, viu?".

Em tribunal, o empresário admite que não foi o Presidente que decidiu ou determinou a compra do silêncio do ex-deputado, mas Joesley Batista insistiu que Temer tinha conhecimento de tudo.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×