23/5/17
 
 
Apollo quer despedir 380 trabalhadores da Seguradoras Unidas

Apollo quer despedir 380 trabalhadores da Seguradoras Unidas

jornal i 18/05/2017 11:34

O objetivo é registar uma redução de 17,7 milhões de euros em custos.

O Sindicato Nacional dos Profissionais de Seguros e Afins (SINAPSA) acusou a Apollo – que comprou a Tranquilidade - de querer despedir “de forma ilegal” 380 trabalhadores da Seguradoras Unidas.

"O acionista Apollo, que adquiriu a Tranquilidade e posteriormente a Açoreana, fez no ano passado rescisões amigáveis, portanto, despediu 100 trabalhadores, e agora, após a integração da Açoreana na Tranquilidade, pediu uma autorização ao Ministério do Trabalho para despedir mais 380 trabalhadores, José Manuel Jorge, porta-voz do SINAPSA.

A seguradora terá solicitado ao Ministério do Trabalho para que fosse considerada "empresa em reestruturação" e, assim, poder superar as quotas determinadas para as rescisões que dão direito a subsídio de desemprego.

No pedido enviado ao governo, a Seguradoras Unidas adianta querer rescindir com 380 trabalhadores até ao final de 2018, ou seja, 29% do quadro de 1.280 pessoas com que a Tranquilidade ficou depois de absorver a Açoreana, a Logo e a T-Vida. O objetivo é registar uma redução de 17,7 milhões de euros em custos.

Iniciar Sessão
Esqueceu-se da sua password?

Não tem utilizador? Clique aqui para registar

×
×

Subscreva a Newsletter do i

×

Pesquise no i

×